Recuperação de dados de discos rígidos externos são cruciais hoje em dia, como drives USB são freqüentemente usados ​​para negócios, fotógrafos e usuários finais. A mídia removível é um bom meio de salvar dados importantes de maneira rápida e fácil, devido ao menor custo por GB, portabilidade de dados enormes e maior confiabilidade.

Os discos rígidos USB consistem em um gabinete externo ou pacote contendo um disco rígido padrão com um adaptador de interface USB com porta Mini 2.0 e portas USB 3.0. A recuperação de dados do disco rígido externo geralmente é necessária quando não pode mais ser acessada pelo computador. Estes são geralmente usados ​​para fazer backup de fotos, músicas, vídeos e outros dados importantes.

USB estas unidades são propensas a todos os problemas habituais relacionados com discos rígidos mais alguns outros que o caso externo e interface podem trazer. As unidades de disco rígido portáteis são frequentemente derrubadas ou derrubadas, o que invariavelmente causa uma falha mecânica de algum tipo e faz com que o disco rígido produza um ruído de click quando é ligado novamente. A recuperação dos dados de unidades externas com falhas como essa é possível assim que a falha exata tenha sido determinada e o disco rígido tenha sido reparado corretamente. Eles não colidem porque não estão em uso até que você precise deles.

Tenha um sistema de armazenamento eficiente, seguro e adequado ao volume de arquivos de dados

Caso seus arquivos não ocupem tanto espaço, um HD externo pode ser uma boa solução. Existem diversos no mercado com boa capacidade de armazenamento. Mas se você for um colecionador ou fotografo profissional se o seu caso for guardar arquivos de toda a família ou de clientes, o ideal é utilizar um sistema de armazenamento  expansível e acessível, como  um Servidor  NAS.

Esse tipo de servidor de armazenamento foi projetado para usuários que desejam compartilhar arquivos, fazer backup ou expandir a capacidade atual de armazenamento de dados de forma segura e com custos relativamente baixos.

Como evitar perda de dados em um disco rígido externo: 4 dicas profissionais

Portanto, os discos rígidos externos  podem falhar, mas como você realiza etapas proativas para evitá-lo e protege seus dados no caso de ocorrer uma falha? Você sabe como evitar a perda de dados em um disco rígido externo? Aqui estão algumas dicas:

1. Cuide bem do disco rígido

Isso pode parecer óbvio, mas é um erro que muitas pessoas cometem.

Para prolongar a vida útil do seu disco rígido externo e proteger os dados armazenados, trate sua unidade como faria com seu computador. Compre um estojo para ele, mantenha-o longe de condensação, umidade ou temperaturas altas ou baixas, e certifique-se de que ele não esteja funcionando em um ambiente acidentado, onde a vibração pode facilmente danificar os componentes internos.

Se a sua unidade sofrer algum tipo de dano físico, leve-a um especialista.

2. Monitore a saúde do seu disco

Discos rígidos externos geralmente não falham sem emitir alguns sintomas primeiro.

Dessa forma, monitorar sempre a integridade de seu hd, pode ser uma maneira inteligente de identificar problemas e evitar falhas. Existem dezenas de ferramentas de monitoramento de disco rígido que são projetadas para monitorar a integridade de unidades externas e relatar problemas, para que você possa corrigi-las antes que elas causem uma falha completa.

3. Não sobrecarregue o drive

Você conhece o ditado sobre “colocar todos os ovos na mesma cesta?” É tão verdadeiro com discos rígidos externos quanto com qualquer outra coisa.

Quando você sobrecarrega o disco rígido, você não só diminui sua vida útil, fazendo com que ele trabalhe mais e aumentando o desgaste, mas também se coloca em maior risco de perda total de dados , se a unidade entrar poeira e houver quedas e impactos. Com isso em mente, mantenha seu disco rígido sobre estas dicas importantes e vitais da Sos Data Recovery.

4. Sempre “Remova o dispositivo”

Em vez de apenas puxar o drive USB do seu computador para fora quando você estiver pronto, selecione a opção “Remover dispositivo”. Há duas razões para isso: a primeira é que a remoção do dispositivo diminui a probabilidade de sua transferência de dados ser interrompida e corrompida. A segunda é que a remoção do dispositivo impede que sua unidade sofra o pico de energia normalmente associado à desconexão incorreta.

Considerações finais

Embora a opção por consertos práticos possa parecer interessante, você deve saber que é um trabalho arriscado. Se os seus dados não valem o risco, não perca tempo e leve a unidade a um centro de recuperação de dados de disco rígido (hd externo)

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *